24/11/2015

​ViraVida é apresentado para representantes da Unicef


Os representantes do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) constataram, dia 17, os resultados positivos conquistados em Pernambuco pelo programa ViraVida, de reinserção social de jovens em situação de vulnerabilidade. Na ocasião, o chefe da plataforma do semi-árido brasileiro, como é denominado o Nordeste pelo Unicef, Robert Gass, e a consultora para proteção da infância da entidade, Irismar Silva, conheceram as ações adotadas pelo Serviço Social da Indústria no Estado (SESI/PE) para combater a exploração sexual de jovens e adolescentes nesses sete anos do programa, onde 500 jovens foram atendidos e quase 300 deles foram inseridos no mercado de trabalho.


Na visita ao Centro de Ensino Supletivo do SESI/PE, onde funciona o ViraVida, Gass e Silva assistiram um vídeo institucional do programa e esquetes teatrais nas quais os alunos do ViraVida retrataram situações de vulnerabilidade social e formas de denunciar os casos de abuso sexual. “O programa também se preocupa em formar multiplicadores de informação para fortalecer a rede de enfrentamento às situações de abuso aos direitos das crianças e dos adolescentes”, assevera a coordenadora do ViraVida, Giselle Soares.


Gass e Silva também presenciaram depoimentos de alunos e ex-alunos sobre como participar do programa tem servido para restaurar e fortalecer os vínculos familiares, a auto-estima, elevar a escolaridade e capacitar para o mercado de trabalho focando um projeto de qualidade de vida e realização pessoal. “O ViraVida me acolheu e me ensinou a não desistir. Agora, conto com a confiança da minha família e tenho o apoio da minha mãe. Hoje, eu acredito que terei um futuro brilhante”, afirmou a ex-aluna, T.A, de 19 anos, que é recepcionista na MRV Engenharia, encaminhada pelo programa, e atualmente sonha em fazer Engenharia Civil.

“Queremos parabenizar o SESI pela iniciativa de garantir o respeito aos direitos das crianças e adolescentes, uma causa que merece e precisa sempre de parceiros. Destacamos também o espírito do protagonismo juvenil que o programa trabalha”, avaliou Gass. “Ficamos satisfeitos em poder mostrar que o programa é um investimento social eficaz”, assegura o gerente de Educação do SESI/PE, Michael Groarke, lembrando que a entidade está aberta para formar parcerias em prol do ViraVida.