07/05/2018

Sesi distribui 11 mil vacinas contra gripe em um mês

 

A Campanha 2018 de Vacinação contra Gripe do Sesi Pernambuco já chegou ao marco de 11 mil vacinas vendidas desde o lançamento, há um mês. Sendo assim, a meta da entidade de imunizar os 20 mil colaboradores do setor até julho, deve ser atingida antes do previsto. Com a campanha de vacinação, o Sesi pretende evitar prejuízos à saúde do colaborador e à produtividade das empresas, com preços entre R$ 17,00 até R$ 41,25. Mais informações pelo telefone 0800.600.9606.

Assim que o Sesi tomou conhecimento que o pior surto de gripe dos Estados Unidos na última década estava chegando ao Brasil, a entidade antecipou sua campanha para abril, para proteger os trabalhadores da indústria em Pernambuco. As doses fazem parte de um lote preparado para combater a mutação mais recente do vírus Influenza em suas três formas mais graves, a Influenza A (H1N1 e H3N2) e Influenza B, que foi responsável por 47 mil infectados e 63 mortes nos Estados Unidos até fevereiro deste ano e que, de acordo com o Ministério da Saúde, já provocou no Brasil 28 mortes por gripe até março deste ano e outros 230 infectados.

"A tendência é que com a chegada do inverno os casos de infectados aumentem", afirma coordenadora do programa de Vacinação do Sesi/PE, Ana Flávia Borba. A Secretaria Estadual de Saúde já identificou a circulação dos três vírus (H3N2, H1N1 e Influenza B) em Pernambuco e registrou três mortes no Estado.

Apesar de ser considerada uma doença comum, de fácil transmissão, a gripe pode desencadear problemas respiratórios graves e até levar à morte. Anualmente, são registrados de 650 mil óbitos decorrentes de gripe no mundo, segundo último levantamento da Organização Mundial de Saúde (OMS). Ainda, de acordo com a instituição, a gripe é a maior causa de perturbações na vida diária e faltas ao trabalho de pessoas entre 18 e 64 anos, inclusive a última morte registrada no Estado foi de uma pessoa de 41 anos e sem doenças crônicas, ou seja, fora do grupo prioritário do Ministério da Saúde.

"É importante lembrar que nossa campanha não concorre com a rede pública, mas é complementar a ela, pois vacinamos aquelas pessoas que normalmente estão fora dos grupos de cobertura do governo. Somos mais um agente atuando para garantir a qualidade da saúde da sociedade", lembra Borba. Por isso, o Sesi oferece a dose pelo valor entre R$ 17,00 até R$ 41,25 para as indústrias, um valor 62% abaixo do praticado pelo mercado. "Estamos subsidiando o valor da vacina para garantir que a indústria de todos os portes possa proteger a saúde do seu colaborador", assevera o superintendente da entidade, Nilo Simões.

Quem tem direito - Vale destacar que muitas empresas têm direito a vacinar seus trabalhadores pelo Sesi e não sabem. Para se ter uma ideia, as pessoas que trabalham em padaria, pizzaria, oficina mecânica, construção civil, confecção, gráfica, fabricação de alimentos, bebidas, tijolos e telhas, móvel, empresas de refrigeração e climatização, instalação e manutenção de redes e telecomunicação, marmorarias, material de limpeza e gelo, gesso, cimento, adubos, plantação de cana-de-açúcar podem ser vacinadas pelo Sesi, pois são trabalhadores da indústria. "É importante que as pessoas saibam que indústria não é apenas quem trabalha em grandes empresas com linha de montagem, mas toda pessoa que atua na transformação de um produto ou outro", esclarece Simões.

Uma vantagem da vacinação do Sesi é que a aplicação é realizada na própria empresa, durante o expediente, o que reduz a ausência do posto de trabalho, ou na unidade do Sesi/PE mais próxima. A entidade pretende finalizar as imunizações até julho ou quando acabar o estoque.