24/05/2018

Nova EJA será lançada na Ação Global de Caruaru

Em uma ação conjunta, o Serviço Social da Indústria de Pernambuco (Sesi/PE) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Estado (Senai/PE) irão lançar, neste sábado (26), durante a Ação Global, o programa Nova Educação de Jovens e Adultos (EJA) Profissionalizante para ajudar as pessoas a concluírem os estudos e terem uma oportunidade de entrar no mercado de trabalho.

Cem vagas estarão disponíveis para a população de Caruaru ou municípios vizinhos no curso profissionalizante, gratuitamente. Os inscritos precisam ter idade a partir dos 18 anos e vão cursar o Ensino Médio e outro de qualificação profissional, que poderá ser de assistente administrativo ou assistente de Recursos Humanos. Para facilitar o processo de ensino-aprendizagem será realizado um diagnóstico das competências e habilidades dos alunos e desenvolvido um plano de estudos customizado para cada estudante, que poderá completar o Ensino Médio em, no máximo, um ano. Já o curso profissionalizante de assistente administrativo ou de Recursos Humanos deve ser concluído em até 4 meses. A opção deve ser feita na hora da inscrição.

A maior parte das aulas (80% delas) serão realizadas à distância, pela internet, onde os estudantes poderão assistir as atualizações de qualquer lugar e em qualquer horário, com o auxílio de tutores que vão esclarecer dúvidas sobre os conteúdos. Quem não tiver acesso digital poderá assistir suas aulas no laboratório de informática do Sesi Caruaru ou em alguma biblioteca do programa Sesi Indústria do Conhecimento, que fornece computador e internet gratuitamente para a população, em 22 cidades do Estado. O restante das aulas (20% delas) será, à noite, no Sesi de Caruaru. O curso profissionalizante seguirá a mesma lógica, com 80% das aulas online e 20% presenciais no Senai.

"Com essa metodologia inovadora da EJA à distância, estamos facilitando a retomada dos estudos por pessoas que muitas vezes não tinham condições de retornar às salas de aula, porque não conseguiam compatibilizar seu horário de trabalho e as obrigações familiares com o calendário escolar e que também não dispunham de recursos para o transporte escolar", afirma o superintendente do Sesi/PE, Nilo Simões. Após isso, essa primeira fase do programa em Pernambuco na cidade de Caruaru, a entidade pretende ampliar a iniciativa para todo o Estado.

"Ao dar a oportunidade das pessoas concluírem os estudos e obterem uma formação profissional, estamos viabilizando a entrada delas no mercado de trabalho e melhores oportunidades na vida", conclui o superintendente.