28/11/2016

SESI beneficia 16 mil homens com exames preventivos de próstata


Apesar de ter ganhado um mês inteiro para conscientizar os homens desde 2008, realizar os exames de prevenção ao câncer de próstata ainda é tabu em muitos lugares do País. Mas parece que a história está mudando, pelo menos em Pernambuco. Agora em Novembro, o Serviço Social da Indústria no Estado (SESI/PE) ofereceu 2 mil exames gratuitos para prevenir a doença para homens a partir de 40 anos no Quartel do Derby, local no coração da Região Metropolitana do Recife. A procura foi tão grande que todos os dias formavam-se filas quilométricas de homens de todas as regiões do Estado em busca de uma ficha para o atendimento. Com o apoio da Polícia Militar do Estado, a entidade terminou, sexta-feira (25), os 2 mil atendimentos com a campanha de Novembro Azul.

No entanto, esses exames do Novembro Azul são apenas uma pequena parte dos atendimentos realizados pelo SESI/PE para prevenir a doença no Estado. Com eles, a instituição encerra o Programa de Prevenção ao Câncer de Próstata neste ano e atinge a marca de 16 mil homens beneficiados com exames gratuitos em 27 cidades pernambucanas.

BALANÇO - O programa iniciou as atividades em 1997, e desde então já atendeu mais de 155 mil homens com exames gratuitos de ultrassonografia da próstata e PSA, exame de sangue que complementa o diagnóstico do câncer. Para realizar esses atendimentos, o SESI/PE leva sua unidade móvel, um ônibus equipado e com médicos, para realizar os exames e já chegou a 109 dos 185 municípios pernambucanos. As ações do programa costumam iniciar, anualmente, em fevereiro e culminam com a campanha Novembro Azul.

“É com muita alegria que percebemos a mudança de comportamento dos homens, ao longo desses anos, que têm se preocupado cada vez mais em cuidar da saúde. Esse programa faz parte do compromisso social do SESI em promover a qualidade de vida da população, especialmente do trabalhador da indústria. Por isso, temos atuado firmemente em facilitar o acesso de homens e mulheres aos exames necessários para obter um diagnóstico precoce do câncer de próstata e mama, que aumenta as chances de cura em 90% e reduz as sequelas do tratamento”, afirma o superintendente da entidade, Nilo Simões, lembrando do programa de prevenção ao câncer de mama, que a instituição mantém paralelamente ao do câncer de próstata e também beneficiou 155 mil mulheres com exames de ultrassonografia das mamas e a mamografia, ao longo dos anos.