25/08/2014

​​SESI/PE realiza 6 mil atendimentos para trabalhadores da Construção

 

Os trabalhadores da Construção Civil e seus familiares comemoraram, no sábado (23), o Dia Nacional da Construção Social, com uma série de serviços gratuitos oferecidos pelo Serviço Social da Indústria em Pernambuco (SESI/PE) e os Sindicatos que representam o setor no Estado (Sinduscon e Marreta). Ao longo do dia, foram realizados cerca de 6 mil atendimentos, quase metade deles em saúde, como consultas e exames médicos e odontológicos, mas quem foi ao SESI Ibura também pode usufruir de serviços de cidadania, educação e lazer.

Entre os mais procurados na área de saúde estavam os exames para aferir pressão, glicose e colesterol, que tiveram um crescimento de 21% e 18%, em relação ao ano passado. Porém o que chamou mesmo a atenção foi o fato dos homens estarem cuidando mais da saúde. A fila do exame preventivo ao câncer de próstata, por exemplo, aumentava a cada instante. Pessoas como o guincheiro Luiz Policarpo Santana, de 49 anos, que trabalha na WM Engenharia, fez todos esses exames. "Eu venho todo ano, porque é mais fácil a gente resolver tudo em um lugar só, com a certeza de estar sendo atendido por bons médicos e o resultado ainda sai na hora".

Em sua oitava edição, o Dia Nacional da Construção Social continua surpreendendo os participantes com novos serviços. A dona de casa, Sônia Pereira, 51 anos, veio na caravana de Vitória de Santo Antão, em um dos 15 ônibus disponibilizados pelos Sindicatos da Indústria da Construção (Sinduscon) e dos Trabalhadores da Construção Civil e Pesada (Marreta) para trazer ao mutirão social pessoas do Agreste, da Zona da Mata e da Região Metropolitana do Recife. "Estou adorando esse espaço para a gente se cuidar, ele completa o relaxamento que fiz na massagem", diz a esposa do pedreiro sobre os serviços de maquiagem e manicure, trazidos em parceria inédita com Avon.

O superintendente do SESI/PE, Ernane Aguiar, avalia o evento, criado pela entidade, o Sinduscon e o Marreta no Estado, que devido ao sucesso se espalhou pelo país com o apoio da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e hoje já ocorre em outras 37 cidades. "Acreditamos que esse resultado se deve ao empenho de todos os parceiros em investir na qualidade de vida do trabalhador da Construção e sua família para gerar mais produtividade ao setor".