10/09/2014

​​​​Projeto orienta indústrias sobre reciclagem e redução ​do lixo ​​

​Recife é a sétima capital brasileira que mais gera lixo: 1.290 quilos/dia por habitante. Em todo o País, são 240 mil toneladas de resíduos sólidos produzidos diariamente.  A partir do próximo dia 16, o Projeto Relix, patrocinado pelo SESI, visitará indústrias e escolas da rede pública do Estado para alertar trabalhadores e estudantes, através de apresentações teatrais, sobre a problemática do lixo. A estreia acontece no Ginásio Pernambucano, no Recife, às 11h.

"A ideia é provocar uma mudança de comportamento. Relix significa Recusar, Repensar, Reciclar, Reduzir e Reutilizar o lixo", conta Lina Rosa, idealizadora do projeto e responsável pela produção de festivais culturais como o SESI Bonecos do Mundo e o Festival Internacional de Teatro de Objetos (FITO).

Até novembro, o Relix prevê uma intensa lista de atividades na capital e no interior. Além de 150 apresentações teatrais do grupo XPTO (especializado em arte-educação), haverá a doação de bicicletas coletoras (ciclolix) a catadores, lançamento de cartilha e aplicativo (app) que tratam de reciclagem e intervenções em espaços públicos, com o intuito de criar consciência da necessidade de não apenas reciclar o lixo, mas de evitar sua produção.

"Trata-se de uma importante iniciativa de educação ambiental e incentivo à economia verde. O SESI é parceiro do setor produtivo, indicando e apoiando soluções para o consumo racional de matérias-primas e ganho de competitividade com práticas inovadoras ligadas à sustentabilidade ambiental", diz o superintendente da entidade, Ernane Aguiar​

No dia 29 de novembro, acontece a grande apoteose do projeto, com apresentações públicas na Praça da Jaqueira, Parque 13 de maio, Praça do Arsenal e Parque Dona Lindu, no Recife. Os locais também receberão a exposição fotográfica Expolix, com 20 trabalhos do fotógrafo Hélder Ferrer, resultado de um ensaio sobre a rotina de três catadores, além de contar com a presença de monitores dando dicas de reciclagem à população.

Catadores - Catadores das cooperativas cadastradas pelo projeto serão convidados para assistir ao encerramento do espetáculo, no Parque Dona Lindu. Nesse dia, serão doadas 100 bicicletas coletoras para as cooperativas, distribuídas com apoio da Secretaria de Meio Ambiente de Pernambuco (Semas), além de um kit com bolsa, capacete, chapéu e camisa de proteção UV para o trabalhador.