16/01/2015

​Programa SESI Indústria do Conhecimento lança portfólio ​

As 20 bibliotecas do programa SESI Indústria do Conhecimento em Pernambuco contam, a partir deste mês, com um portfólio unificado de produtos, todos oferecidos gratuitamente aos trabalhadores da indústria e à comunidade. A novidade contempla desde atividades lúdicas para crianças até cursos voltados à qualificação profissional de jovens e adultos.

Um dos produtos de maior sucesso é o Inclusão Sócio Digital, que oferece aulas de informática para quem tem pouca ou nenhuma familiaridade com o computador. As oficinas têm duração média de 19 encontros e trabalham conteúdos ligados ao Pacote Office, da Microsoft, e à internet. Outra opção para adultos é o Capacita Online, onde o usuário pode utilizar o espaço multimídia da biblioteca para a realização de cursos virtuais, dentro da metodologia da Educação à Distância.

Já para o público infanto-juvenil, os centros oferecem o projeto "Autor do Mês", com aulas temáticas, oficinas e discussão de temas de destaque na atualidade; o IDCine, com exibição de filmes para entretenimento e estudo; o IDC leitura, que reúne contação de histórias, mediação e leitura audiovisual; e o IDC Cultura, que incentiva a formação de grupos artísticos (música, dança e teatro).

O sétimo produto compartilhado pelas bibliotecas é o "Caravana IDC". "Através dele, levamos as nossas atividades para outros espaços, como escolas, instituições e creches. É uma forma de beneficiar um número ainda maior de pessoas, através do acesso ao conhecimento e à informação", explica a coordenadora do programa no Estado, Bruna Santos.

Para utilizar os produtos e serviços oferecidos pelo SESI Indústria do Conhecimento é preciso, apenas, comparecer à biblioteca mais próxima e realizar um cadastro. Atualmente, mais de 70 mil pernambucanos são usuários dos centros multimídias, distribuídos do Litoral ao Sertão. Cada unidade conta com um acervo de mais de 1,5 mil livros, jornais e revistas; CDteca e DVDteca e 10 computadores conectados à internet.

Voluntariado – As bibliotecas também estão convocando a população a atuar como voluntária no projeto social. "Lançamos uma campanha para que as pessoas sejam parceiras nesse trabalho do SESI. Elas podem ajudar, por exemplo, com a realização de oficinas de leitura ou aulas de música. Estamos abertos a novas propostas e ideias", diz Santos. Os interessados devem procurar a coordenação da biblioteca onde pretendem atuar.