24/10/2014

​Indústrias devem ficar atentas à saúde bucal do trabalhador​​


​Os problemas odontológicos são um dos principais responsáveis pelas "pequenas" faltas ao trabalho. Aqueles afastamentos de um ou dois dias que, ao final do ano, impactam diretamente no desempenho da empresa.  Nesta semana, marcada pelo Dia Nacional da Saúde Bucal (sábado, 25), o SESI/PE aproveita para chamar atenção das indústrias para a importância do cuidado com a saúde odontológica do trabalhador. Um investimento que reflete em mais produtividade/competitividade para as organizações, além de mais qualidade de vida para os profissionais.

Segundo a especialista em Odontologia do Trabalho e responsável técnica pela área da Odontologia do SESI/PE, Dalma Sotero, cáries, lesões de mucosa e outras doenças bucais devem ser encaradas como um sério problema de saúde, com influência direta na capacidade produtiva do trabalhador.  A existência de pontos de infecção dentários, por exemplo, pode agravar ou desencadear doenças em outras áreas do corpo humano, como cardiopatias, artrite, úlceras e meningite, trazendo prejuízos ainda maiores à saúde do profissional", observa.

Ainda de acordo com a especialista, investir em atendimento odontológico dentro do próprio ambiente corporativo reduz em 86% o afastamento do trabalhador do seu posto de trabalho por motivos odontológicos, além de prevenir o agravamento das doenças bucais já existentes.

Atualmente, o SESI/PE oferece o serviço para empresas do setor industrial em todo o Estado. Ele pode ser realizado tanto por meio de Unidades Móveis, quanto pela instalação de uma Unidade de Atendimento (consultório) nas dependências da organização. Além do tratamento dentário, a entidade também desenvolve ações educativas de promoção à saúde bucal, sem ônus adicional para as indústrias. Mais informações pelo telefone (81) 3412.8582.