10/06/2015

​Gestão de SST dá resultados positivos no polo gesseiro ​


Gestão da Saúde e Segurança do Trabalho (SST) eficaz faz diferença no polo gesseiro do Araripe. A conclusão é da pesquisa do SESI/PE que avaliou, nos últimos cinco anos, a saúde respiratória do industriário da cadeia produtiva do gesso, uma das maiores preocupações do setor. De acordo com o estudo, apresentado, dia 9, no Seminário Trabalho Seguro e Saudável, em Araripina, promovido pelo Grupo interinstitucional de prevenção aos acidentes de trabalho, coordenado pelo Tribunal Regional do Trabalho, as condições satisfatórias da saúde do trabalhador na área é resultado direto dos investimentos realizados pelas indústrias para tornar o ambiente laboral adequado e as ações para proteção do trabalhador.


Segundo o engenheiro de Segurança do Trabalho do SESI/PE, Albério Calado, a avaliação das 160 empresas atendidas pela entidade mostrou que o ambiente laboral delas possui níveis de poeira bastante favoráveis, pois estão abaixo da metade do tolerável. Além disso, a análise de 14 mil exames apontou a boa condição pulmonar dos trabalhadores e ausência de sílica na poeira do gesso, o que evita doenças como a silicose, causada pela inalação desse componente com regularidade.


Para a gerente da Unidade do SESI em Araripina, Alba Núsia Mendes, "esses resultados são gratificantes, porque mostram a contribuição benéfica que a gestão efetiva de Segurança e Saúde no Trabalho traz para a produtividade da indústria, como um todo e, gesseira, em especial, e para a qualidade de vida do seu trabalhador". Ela reforça que a entidade também disponibiliza às empresas de todos os portes o suporte necessário na área de SST. Para isso basta ligar para (87) 3873.1087 ou pelo e-mail araripina@pe.sesi.org.br