12/07/2017

Conheça as tecnologias educacionais do SESI/PE para carreira industrial

 

O departamento regional do SESI em Pernambuco tem investido no uso das tecnologias educacionais para desenvolver as habilidades e conhecimentos de seus alunos e despertar o interesse deles pela escola com foco na preparação da futura mão de obra para o setor industrial. São metodologias não apenas de ensino, mas de transformação de realidades. Confira como o SESI pode preparar você para a carreira industrial:

 

- Robótica: Nos laboratórios de robótica, o SESI/PE proporciona que os conhecimentos teóricos aprendidos em sala de aula sejam aplicados no desenvolvimento de projetos e desafios com os robôs, construídos pelos próprios estudantes. Toda a rede SESI/PE de Educação utiliza tal metodologia. Atualmente beneficia cerca de 5 mil estudantes e nos últimos cinco anos alcançou quase 20 mil alunos dos Ensinos Fundamental e Médio.

 

Resultados da Robótica:

1 - A equipe Força G/New Atom, do SESI Ibura, conquistou o 1º lugar na etapa regional do Torneio de Robótica First Lego League (FLL), a maior competição mundial voltada para jovens de 9 a 16 anos. Ao disputar a fase nacional, foi classificada para ser um dos representantes do Brasil no estágio internacional da competição.

 

2 - A equipe Ogelyx, do SESI Cabo de Santo Agostinho, ficou em 5º lugar na etapa regional do Torneio de Robótica neste ano e ficou como equipe suplente para participar da etapa nacional da competição. Também na etapa regional, o time do SESI Escada foi premiado como equipe revelação.

 

Sala 3D: Nas salas 3D, as aulas de física, química, matemática e, principalmente as de biologia, parecem ganhar vida. A ferramenta está disponível nas unidades do SESI no Ibura e Vasco da Gama, no Recife, e em Caruaru, no Agreste do Estado. São as únicas escolas pernambucanas voltada para a classe média e baixa que oferecem a ferramenta. A outra escola do estado que oferece essa tecnologia é focada na classe alta. A tecnologia tem facilitado a aprendizagem dos 2.160 alunos do Ensino Médio matriculados nessas escolas desde 2015.

 

Programa SESI Matemática

O SESI/PE lançou, em março de 2016, o programa SESI Matemática para melhorar o desempenho dos alunos na disciplina, que é fundamental em diversas áreas especialmente na indústria. Até hoje, a iniciativa já beneficiou 851 alunos da unidade.

O programa utiliza uma metodologia lúdica associada ao uso de jogos físicos e digitais (com mais de 60 mil desafios) para estimular os estudantes a aprenderem a matéria e colocarem os conhecimentos aprendidos na prática por meio de atividades como produção de vídeos, apresentações, além de simulados e desafios onlines. Há também um laboratório totalmente elaborado para estimular a interação e facilitar o entendimento dos alunos, possui um notebook por estudante, internet de alta velocidade, lousa digital. Já os professores foram capacitados para utilizar todos os recursos pedagógicos disponíveis para tornar a aula dinâmica e contextualizada.

 

O programa começou na unidade de Paulista e já deu frutos, pois 25 estudantes foram medalhistas na 2ª Copa Brasil de Matemática, que aconteceu em setembro de 2016. Neste ano, o SESI de Paulista já conseguiu fazer mais 19 medalhistas no Desafio Ninja, ficando em 7º lugar ao concorrer com outras 273 escolas públicas e particulares de todo o Brasil. Outro resultado, obtido pelo programa agora em março foi o aluno João Victor Melo, do 2º ano A, que conquistou a medalha de bronze na Olimpíada Canguru de Matemática, ao concorrer com estudantes de todo o país.

 

Portal Educar/Geekie:

Nesta tecnologia do SESI/PE, os alunos têm acesso a exercícios, simulados e conteúdo que reforçam e complementam a aprendizagem. A ferramenta também possibilita que o professor possa averiguar o nível alcançado por cada aluno, o que permite desenvolver atividades personalizadas para que o educando possa atingir o resultado desejado. Uma das facilidades do portal é o Geekie, com simulados preparatórios para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A ferramenta teve seu uso iniciado em 2015 e beneficiou quase 10 mil alunos desde o ano passado.

 

Laboratórios de Ciência e Informática: A maior parte das escolas da Rede SESI/PE de Educação possuem laboratórios de ciências e informática para dar suporte ao aprendizado e experimentação científica de seus alunos.

 

Espaços Maker

IDCs

As bibliotecas do programa SESI Indústria do Conhecimento (IDCs) em Pernambuco têm servido como locais para inclusão digital do trabalhador da indústria e a comunidade. Nelas ocorrem cursos gratuitos de introdução à informática, orientações sobre uso de tecnologia por parte das equipes de monitores, navegação à internet e consultas à recursos como cds e dvds educativos. Para se ter uma ideia da importância desses espaços, apenas em 2016, as bibliotecas realizaram mais de 250 mil atendimentos ao público.

 

Khan Academy

As IDC's  também são os espaços onde o SESI/PE, em parceria com as prefeituras e indústrias locais, tem estimulado o uso da Khan Academy, como forma de elevar a aprendizagem dos alunos dos Ensinos Fundamental e Médio e também das demais pessoas em matemática. A ferramenta também tem sido oferecida tanto aos professores da Rede SESI/PE de Educação e das redes municipais como opção para capacitar e atualizar os conhecimentos e como fonte de recursos (exercícios, simulados, desafios, jogos) lúdicos a serviço da construção, ampliação e fortalecimento dos conhecimentos de seus alunos.

 

O projeto-piloto de sensibilização dos usuários das bibliotecas do programa SESI Indústria do Conhecimento iniciou, em agosto de 2016, em três das 21 unidades situadas no Estado, com a capacitação da equipe. A partir de outubro do ano passado, as IDCs de Santa Cruz do Capibaribe, Glória do Goitá e da Brilux, que fica em Paulista, começaram a utilizar a Khan Academy com seus usuários, atingindo desde então cerca de 1 mil acessos.