27/02/2015

​​Casamento Coletivo chega ao Agreste em março

Com 11 edições realizadas no Recife, o Casamento Coletivo chegará, pela primeira vez, ao interior do Estado. No próximo dia 21, a ação - parceria entre o SESI/PE os sindicatos das indústrias e dos trabalhadores da construção civil – ajudará 50 casais de Caruaru, no Agreste, a realizar o sonho de oficializar a união, sem custos e com tudo a que têm direito: da roupa até a lua de mel. A troca de alianças acontece em cerimônia ecumênica, a partir das 15h, no SESI do município.

Para as mulheres, o "grande dia" começa cedo, logo às 8h, com café da manhã no local. Uma equipe de cabelereiros e maquiadores estará à disposição para cuidar do visual das noivinhas. Todas usarão o tradicional vestido branco, acompanhado de buquê de flores. Já os noivos, dizem "sim" de terno e gravata.

Depois da cerimônia, os casais farão as fotos oficiais e receberão os cumprimentos de amigos e familiares presentes. Cada casal tem direito a levar até oito convidados. A recepção contará com bolo de noiva, doces, salgados e bebidas sem álcool. Por volta das 18h, os casais seguem para a lua de mel, na Colônia de Férias do SESI Tamandaré. Todos os custos do Casamento Coletivo, da roupa à viagem, são divididos entre as entidades promotoras – SESI/PE, Sinduscon e Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção Civil. A celebração é 100% gratuita para os noivos.

"Tornar esse sonho possível para o industriário da Construção Civil, setor que tanto contribui para o crescimento de Pernambuco, é sempre motivo de felicidade para nós. Temos certeza que a edição em Caruaru também será um sucesso", disse o superintendente do SESI/PE, Ernane Aguiar, acrescentando que a iniciativa é uma forma de contribuir para a qualidade de vida dos profissionais da indústria.