30/10/2018

Criadas para promover a inclusão digital e social e facilitar o acesso à informação e à leitura, a biblioteca Sesi Indústria do Conhecimento (IDC) completa 10 anos de atuação em Pernambuco. Implantada de forma pioneira no município de Agrestina, em dezembro de 2008, a unidade foi a primeira das 22 em funcionamento do Litoral ao Sertão do Estado.

De lá para cá, foram realizadas parceiras entre indústrias, prefeituras e apoiadores da sociedade civil, universidades, editoras, artistas, autores e escritores. Entre esses apoiadores, as Indústrias Reunidas Raymundo da Fonte, Rota do Mar e Prefeituras de Poção, Garanhuns e Panelas, que, atualmente, contribuem com reformas e melhorias para ampliar a longevidade do projeto que beneficia os trabalhadores da indústria e comunidade local.

Essencialmente pernambucano, o projeto foi idealizado pelo Professor Adalberto Maciel e inspirado nas melhores iniciativas do mundo. As unidades são equipadas com livros, CDs, DVDs, gibis, jornais e revistas, além de computadores conectados à internet, para uso gratuito da população, cada unidade conta com pessoal capacitados e um acervo de cerca de mil e quinhentos títulos impressos e de mídia eletrônica.

O projeto, criado pela Confederação Nacional da Indústria e executado pelo Serviço Social da Indústria, contabiliza em Pernambuco mais de 1.750.000 atendimentos na última década. "Uma inciativa importantíssima para o estimulo à leitura e à educação em nosso Estado. Em alguns casos, a única oportunidade desses jovens de se conectar ao conhecimento", destaca o superintendente do SESI-PE, Nilo Simões.