15/12/2014

​​“Ciclolix” é entregue pelo SESI a catadores de material reciclável ​

As pessoas que foram ter momentos de lazer nos parques Santana, da Jaqueira, 13 de maio e Dona Lindu , no Recife, durante o domingo (14), puderam acompanhar também o encerramento do Projeto Relix, iniciativa com recursos do SESI e apoio da Secretaria Estadual de Meio Ambien​te (Semas), que beneficiou estudantes, industriários e 100 catadores de materiais recicláveis em 20 municípios do Estado.

Aos poucos, o público foi se formando na frente dos palcos, montados nos espaços ao ar livre para exibição de peças teatrais que abordavam, de maneira leve e engraçada, a importante atividade do descarte do lixo. Ao longo deste segundo semestre, cerca de 150 escolas e empresas do setor indústrial também tiveram a oportunidade de conferir o espetáculo, encenado pelo grupo teatral XPTO, especializado em arte-educação.

Na última apresentação, no Dona Lindu, em Boa Viagem, o Relix entregou a "Ciclolix", uma espécie de bicicleta com gradil, montada em conjunto com os catadores, que leva até meia tonelada de lixo, separado por vidro, papel, plástico e metal. Cada trabalhador ganhou ainda camisa UV para maior proteção do sol, boné, luvas e porta-trecos.

O superintendente do SESI/PE, Ernane Aguiar, disse que a indústria precisa estar mais atuante no processo de logística reversa, buscando uma produção limpa, onde quem produz se responsabiliza pelo destino final dos produtos gerados, reduzindo assim o impacto ambiental causado por eles. "O Relix também quer chamar atenção para os catadores de materiais recicláveis, integrantes indispensáveis na teia da sustentabilidade", afirmou durante o evento.

Aplicativo  - O projeto não beneficia apenas os catadores, mas também facilita o descarte do lixo pela população. O aplicativo Relix para telefone móvel aponta o cooperado ou estação mais próxima do endereço do usuário para que o lixo seja reciclado.