10/12/2019

​Até esta terça-feira (10), o SESI-PE e SENAI-PE receberão inscrições para o processo seletivo 2020/2021 do Programa Educação Básica articulada com a Educação Profissional (EBEP). A iniciativa possibilitará 140 estudantes cursarem, gratuitamente e simultaneamente, o Ensino Médio no SESI e um curso técnico no SENAI.

As 140 vagas gratuitas ofertadas são destinadas a pessoas de baixa renda, aos dependentes de trabalhadores da indústria pernambucana ou do Sistema FIEPE com autodeclaração de baixa renda. Para participar do processo seletivo, o candidato deve ter nascido a partir do ano de 2004, apresentar histórico escolar do Ensino Fundamental ou declaração da escola que está cursando o 9º ano em 2019.

As inscrições podem ser realizadas até 10 de dezembro, na secretaria escolar da unidade do SESI-PE onde deseja estudar. Entre as opções disponíveis, estão Cabo de Santo Agostinho, Araripina, Caruaru, Paulista, Goiana, Escada e Petrolina. Já os cursos técnicos oferecidos são em Eletromecânica, Eletrotécnica, Mecânica, Manutenção Automotiva, Vestuário e Administração.

As provas do processo seletivo do EBEP serão aplicadas em uma única etapa, no dia 19 de dezembro, das 14h às 17h. Os candidatos farão as avaliações na escola do SESI-PE que realizaram as inscrições e resolverão 40 questões de múltipla escolha, sendo 20 de língua portuguesa e 20 de matemática. A relação dos estudantes aprovados será divulgada no dia 6 de janeiro, a partir das 14h, no quadro de avisos das escolas. O edital completo está disponível nos sites www.pe.sesi.org.br e www.pe.senai.br.

O Programa EBEP tem duração de três anos e promove a formação integral do aluno, estimulando as possiblidades de sua inserção social e na indústria do futuro. Após a conclusão de todas as etapas do Ensino Médio e do curso técnico escolhido, o estudante terá direito ao diploma de Técnico de Nível Médio. "O EBEP é uma ótima oportunidade para os estudantes de baixa renda terem acesso ao ensino de excelência do SESI-PE, que tem média de 70% em aprovação em universidades e faculdades do país, além de aulas de robótica, modernos laboratórios, quadras poliesportivas e bibliotecas", comentou a superintendente do SESI-PE, Cláudia Cartaxo.