07/07/2015

​Conexão Mundo: monitores norte-americanos chegam a Pernambuco ​


Duzentos e quatro alunos da Educação Básica articulada com Educação Profissional (Ebep) do SESI e SENAI selecionados para o programa de ensino da língua inglesa Conexão M​undo iniciaram, nesta segunda-feira (6), a etapa presencial do projeto em Pernambuco. Os estudantes receberam, em evento realizado no auditório do SENAI/PE, em Santo Amaro, os monitores norte-americanos que os acompanharam por quatro meses pela internet.

 

A entrada dos voluntários, estudantes de faculdades nos Estados Unidos, causou euforia e muita emoção nos jovens. "Já participei de outros programas, mas a recepção dos brasileiros é algo envolvente e nos motivam a abraçar o desconhecido e fortalecer os laços entre nossos povos", disse o porta-voz da ONG US-Brazil Connect, parceira do programa, John  Hildebrand.

 

Completando este ano, dois séculos de presença no Recife, o Consulado Americano, teve a presença do Cônsul de Diplomacia Pública dos Estados Unidos, Matt Keener, que afirmou ver no Conexão Mundo um intercâmbio maior do que de idiomas, mas de vivências pessoais.

 

A estudante do SESI Paulista, Aíla Fonseca, de 15 anos, já tinha frequentado aulas de inglês em um cursinho por dois anos, mas resolveu se inscrever para aperfeiçoar o idioma. "Vi que tinha chances de aprender mais e de uma forma mais interessante, por conversas no hangout e Facebook, algo que faz parte do nosso dia-a-dia. Além disso, quando você conhece outras pessoas, você abre a mente para novas realidades e​ no projeto, o coach parece seu amigo", explicou empolgada. Os jovens beneficiados são do Recife e Petrolina, no Sertão do Estado.


O superintendente do SESI/PE, Ernane Aguiar, ressaltou que os jovens entusiasmam a entidade a continuar com o Conexão Mundo e citou o programa como a melhor parceria feita pelo SESI até hoje na área de educação . "Além da qualificação por três anos no ensino médio do SESI e profissional do SENAI, oferecemos a oportunidade ao estudante de aprender um idioma universal e enfrentar a concorrência de provas do Enem e vestibulares com nível de preparação igual ou melhor que outras redes de ensino no Estado", completou. Os dez jovens que se destacarem no Conexão Mundo terão a oportunidade de conhecer os EUA por 15 dias e vivenciar a cultura do país.