10/04/2015

​​Combate à dengue no Recife ganha reforço do SESI/PE​


Somente no primeiro trimestre deste ano, mais de 14 mil pessoas, em 157 municípios, apresentaram sintomas da dengue em Pernambuco. Desse total, 2.168 já tiveram o diagnóstico confirmado através de exames laboratoriais, um aumento de 368,67% em relação ao mesmo período de 2014. Para ajudar no combate à epidemia causada pelo mosquito Aedes Aegypti, o SESI/PE firmou parceria com a Secretária de Saúde do Recife, na manhã desta sexta-feira (10), para levar ações educativas e de prevenção a empresas do setor industrial, trabalhadores e comunidade. 

O encontro entre representantes das entidades aconteceu na sede do Departamento Regional do SESI/PE, em Santo Amaro. "Acreditamos que a prevenção é a melhor forma de combate à dengue. São muitos os prejuízos causados pela doença, tanto do ponto de vista da saúde do trabalhador, quanto da produtividade das empresas", disse a gerente de Qualidade de Vida da entidade, Lígia Sacramento, lembrando que profissionais acometidos pelo vírus chegam a ficar 15 dias afastados dos seus postos de trabalho.

Entre as ações previstas na parceria estão a distribuição de folders e cartazes nas unidades do SESI/PE da capital, com orientações sobre como prevenir a dengue, palestras educativas e a colocação das chamadas "ovitrampas", armadilhas para a detecção de infestações e eliminação do mosquito, nas empresas industriais e unidades do SESI​​. A primeira atividade acontece na próxima segunda-feira (13), com a orientação ao público no SESI da Mustardinha.

"Contar com parceiros, como o SESI/PE, é fundamental na luta contra a dengue. Os profissionais da indústria que forem sensibilizados sobre a importância de prevenir a doença se tornarão, também, multiplicadores desse conhecimento, compartilhando as informações com amigos e familiares. Precisamos formar essa rede de combate", disse o gerente da Unidade de Vigilância Ambiental e Controle de Zoonoses, Jurandir Almeida.