23/03/2015

​​​Industriários oficializam união em cerimônia coletiva


A chuva forte que caiu momentos antes do Casamento Coletivo do SESI, em Caruaru, no último sábado (21), não desanimou os cerca de 40 casais que aguardavam a cerimônia. Rosas vermelhas e um lindo bolo branco decoravam o salão de festas da unidade, que abrigou ainda familiares dos industriários e diretores da entidade, do Sinduscon e do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil.

Com poucos ou muitos anos de companheirismo, homens e mulheres disseram o esperado "sim" e trocaram alianças na celebração ecumênica, ao fim das palavras do pastor e do padre católico. Uma das noivas era a dona de casa Luciene Teixeira da Silva, 51 anos, e há 38 deles convivendo com o servente de pedreiro aposentado Ednaldo Silva, 53 anos. "O meu filho, também trabalhador da construção civil, chegou em casa com a notícia de que iria casar no evento promovido pelo SESI. O pai dele também se animou e aqui estamos em família, coroando uma vida inteira juntos", falou emocionada.

Segundo a diretora de Operações do SESI/PE, Eveline Remígio, realizar o Casamento em Caruaru foi um marco para a entidade, já que essa foi a primeira vez que o evento aconteceu fora da Região Metropolitana do Recife. "A cidade já virou polo do setor da construção civil. Ações que promovam a cidadania e qualidade de vida dos industriários também devem chegar ao interior do Estado, a exemplo da Ação Global. Estamos muito satisfeitos com a adesão dos trabalhadores daqui", afirmou. Da cerimônia, os noivos seguiram para lua de mel na Colônia de Férias do SESI, em Tamandaré, com todos os custos pagos pela entidade.