05/09/2019

​A Gadget 737, equipe de robótica composta por estudantes do SESI Goiana, está entre as três equipes pernambucanas classificadas para a etapa nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), que acontecerá no Rio Grande do Sul, entre os dias 22 e 26 de outubro. A etapa estadual foi classificatória e ocorreu no dia 1º de setembro, na Escola Técnica Estadual Jurandir Bezerra Lins.

Outras duas unidades da rede de ensino do SESI-PE também obtiveram bons resultados. A New Atom, do SESI Ibura, conquistou a premiação de Melhor Escola Particular e o 4º lugar geral no nível 2, destinado aos estudantes de 14 a 19 anos. Já o SESI Paulista venceu a categoria Design do Robô no nível 1, voltado aos alunos com idades entre 11 e 14 anos. Ao todo, 52 equipes pernambucanas de instituições públicas e privadas disputaram a classificação.

Durante o torneio, os robôs construídos e programados pelos alunos do nível 1 foram desafiados a resgatar uma "vítima", representada por uma bolinha, ultrapassando obstáculos até chegar na área de salvamento. Em seguida, foi a vez dos estudantes do nível 2 suspenderem a "vítima" e a colocarem em uma área elevada de 6 cm de altura.

Formada por José Guilherme Torres, Walmir Melo, Rodolfo Prazin e Ryan Morais, todos do 3º ano do Ensino Médio, a Gadget 737 conquistou a medalha de ouro na primeira fase da OBR, realizada no dia 23 de agosto. "A equipe alcançou o melhor resultado nas rodadas regionais do Brasil: 860 pontos. Já na etapa estadual foram obtidos 685 pontos e o 3º lugar geral. Como foram disponibilizadas para Pernambuco duas vagas na fase nacional e a OBR não aceita duas equipes da mesma escola, a Gadget foi classificada e já está treinando diariamente para garantir a participação no mundial, que será na França", comentou o professor e técnico da equipe, Jonas Brito.

Ryan Morais, de 17 anos, montador do robô da Gadget 737, teve o primeiro contato com a robótica em 2017. "Foi através do SESI que conheci a robótica e comecei a me interessar pela área. Desde o 1º ano do Ensino Médio, tenho estudado com frequência e participado de competições", comentou. Ele, inclusive, trouxe dois prêmios para casa com a equipe GRT: o 2º lugar geral e o melhor projeto de engenharia no campeonato F1 In Schools.​​

Para a OBR, a Gadget 737 já está se preparando desde março. "Treinávamos três vezes por semana cronometrando o tempo e realizando testes no robô na arena construída no SESI Goiana. Para a seletiva nacional, nossa estratégia é aprimorar o robô para torná-lo mais leve e ágil, e intensificar os treinos", antecipou o jovem que pretende ingressar no curso de Engenharia Mecatrônica e atuar no setor produtivo.